sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Chemtrails ou Rastos Químicos, HAARP e as Torres GWEN

Rastos químicos (chemtrails) que perduram nos céus, geoengenharia, controle climático, o projecto militar americano HAARP, e sementes geneticamente modificadas para resistirem ao alumínio... 
afinal, o que é que liga estes assuntos?

Chemtrails são uma realidade que optamos ignorar!

Os chemtrails (uma forma de geoengenharia) destinam-se a controlar o clima, a estupidificar a população, a reduzir a população, a enriquecer a Monsanto e outros que tais, ... ou até a mais do que uma destas em simultâneo.

O motivo mais consensual é combater o aquecimento global 
(até o IPCC vem falar na geoengenharia). 

Mas será mesmo?
Seja qual for o motivo, um projecto desta escala e natureza, feito na ignorância do público, não pode ser coisa boa!

Geoengenharia vai ser o foco central na solução para o Aquecimento Global, na 22ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (COP22), que decorrerá na cidade de Marraquexe, em Marrocos, do dia 7 de Novembro até ao dia 18 de Novembro.
A propaganda já começou!!! A começar com a estreia do documentário "Before the Flood" com o DiCaprio como narrador para ter mais audiência, lançado em 175 países no mesmo dia, 30 de Outubro de 2016, pouco antes da COP22.
Já começaram o programa de propaganda no canal Bloomberg com o objectivo de convencer o rebanho da necessidade da aplicação de geoengenharia com o intuito de arrefecer o planeta.
O mesmo canal Bloomberg em 2015 defendia que geoengenharia era uma má ideia.

Quando se veste um casaco de nuvens de nanoparticulas de aluminio e outros metais pesados ao planeta, se irradia a ionosfera deste com altas frequencias (HAARP) o resultado só pode ser o aquecimento do mesmo ! 
Parece-me lógico não?

Com o calor do verão as ondas ascendentes de calor expelem as nano-particulas para o espaço, e isso torna-as ineficazes; de inverno as condições climatericas são perfeitas, a chuva e o frio permitem que as nano-particulas se depositem no solo, na agua, e principalmente nas pessoas que nem se apercebem dos sintomas de perda de memoria, alheamento, desinteresse provocados pela intoxicação por metais pesados que são, Disruptores Endócrinos e neuro-toxicos. 
Penso que estamos confrontados com a mais perfeita arma de controlo populacional da historia da humanidade.

"In the late 1960s Monsanto supported the secret Muad’ Dib Geoengineering Lab to develop “chemtrail” technology; their crown jewel program to protect earth from global warming via weather control. Sounds so humanitarian, right? 

What Are Chemtrails?

Chemtrails are geo-engineered aerosols that are loaded with toxic chemicals, including but not limited to: barium, strontium 90, aluminum, cadmium, zinc, viruses and “chaff.” Chaff looks like snow but it’s actually Mylar fibers (like in fiberglass) coated with aluminum, desiccated blood cells, plastic, and paper. Polymer chemist Dr. R. Michael Castle has studied atmospheric polymers for years, and he has identified microscopic polymers comprised of genetically-engineered fungal forms mutated with viruses, which are now part of the air we breathe.

Chemtrails have nothing to do with the jet engine combustion process. They are often laid in a grid-like pattern by multiple planes (even drones) where they disperse slowly taking on the appearance of odd, at first narrow, but widening, smoky clouds until merging together to form, if sufficiently numerous, an aerosol bank that obscures the blue sky and gives the appearance of a dirty white overcast.

Unlike normal contrails which quickly dissipate, chemtrails (“fake clouds” as my children call them) sometimes take hours to dissipate and eventually fan out to a “spider web” type of milky haze that covers the entire sky. As these are formed from minute reflective metallic particulates they eventually reach the earth.

The United States Government openly admits the existence of chemtrails.

Still not enough proof?
What if I told you that there are patents for these very such things?
The 1975 U.S. Patent issued to Donald K. Werle, Romas Kasparas, Sidney Katz, assigned through the U.S. Navy, that describes a dispersion method for a “powder contrail.”

How Do Chemtrails Impact Our Food and Water?

Secretly filling the sky, without our knowledge or consent mind you, with billions of megatons of aluminum, strontium 90, barium and “chaff” to reflect the suns dangerous rays back into space is epic and brilliantly maneuvered on the unsuspecting public by dubbing them as “persistent contrails.”

However, what goes up, must come down and we’re being bombarded daily with a chemical and radioactive fallout surpassed only by Agent Orange, the defoliating chemicals developed by Monsanto to wipe out the jungles during the Vietnam War.

Since aluminum has an affinity for water, all life forms attract these oxides. This causes contamination of even organic fruits, vegetables, and livestock if they’re exposed to the open air, because plants readily absorb aluminum salts from the soil into their vascular systems. Everything absorbs aluminum salts and it’s in the air.

Processed foods are filled with aluminum salts and aluminum sulfate is added to water to make it clear. Apparently we are in the “Aluminum Age” and it’s everywhere, but so unhealthy according to Dr. Christopher Exley, Professor of Bioinorganic Chemistry at Keele University in the UK.

Chemtrails Are Polluting Our Environment

The reality is, this “toxic cloud shield” created by aerosolizing the atmosphere, diminishes rainfall, traps the heat, and increases humidity. This leads to a plague of pests, mildews, molds, fungi, diseases, and ultimately the shredding of our precious ozone layer that protects us from dangerous UV rays, according to Dane Wigington, a solar expert.

In California’s Mount Shasta region, Francis Mangel, a USDA Wildlife Biologist and water specialist has reported elevated levels of aluminum, barium, and strontium in the mountain’s snow, polluting drinking water, rivers and soil in the area. In 2008, samples around California’s Lake Shasta and the Pit River Arm tributary were tested in a State Certified Lab following weeks of fly-overs and chemtrails. The results of the water samples showed 4,610,000 parts per million of aluminum. This is  4610 times the maximum contaminant level!  With aluminum toxicity levels off the charts, chemtrails are putting our life systems at risk of irreparable damage.

How Are These Visible ChemTrails in the Sky Linked to Cancer?

As mentioned earlier, aluminum laden “chaff” falling from the sky enters the lungs causing upper respiratory diseases, lung cancer, breast cancer, and is the gateway to vulnerable areas of the body including arterial walls, where it accumulates like a plaque.

In addition, aluminum toxicity generates a number of neurological disorders and brain cancer, while radium and zinc cadmium sulfide synergistically cause bone cancer.  A concerning new study published in the Journal of Inorganic Biochemistry demonstrates that exposure to aluminum can increase migratory and invasive properties of human breast cancer cells, while a 2012 article in the Journal of Applied Toxicology shows that aluminium promotes growth in human mammary epithelial cells. And “aluminum production” has been classified as carcinogenic to humans by the International Agency for Research on Cancer (IARC).

Couple these studies with other recent studies indicating that aluminum binds to cellular estrogen receptors and may cause proliferation within hormone-sensitive tissues, and we understand why one research team coined a new term (“metallo-estrogen”) to describe an entirely new class of metal-based endocrine disruptors (including aluminum, cadmium, and barium). Disturbingly, all of these metallo-estrogens have been found in chemtrails.

Moreover, these metallo-estrogens, chemical toxins, and bioengineered cocktails are causing multiple problems in the gastrointestinal and immune systems, the first line of defense against disease; thus destroying human health and cognitive abilities. Plus, shredding the ozone layer allows damaging UV rays to enter the atmosphere resulting in an unprecedented increase in skin cancer cases, to name just a few harmful effects of chemtrails.

I have been traveling in Central America, Europe, and the Middle East and noticed these patterns in the sky. I’ve also noticed unusually cold summers, trees dying and fungi infested, deformed vegetables just like the reports are describing. And a dramatic increase of cancer and unusual terminal illnesses are rampant.

In Conclusion

These are tumultuous times and the global government appears to be up to something unbelievably sinister. It’s the classic create a problem, devise the solution, and emerge as the hero with Monsanto’s aluminum-resistant genetically-modified (GM) seeds and GM trees.

However, there is a growing concern that the earth will soon become unfit for organic food and pure water sources because of the unrestricted spraying without our consent. It appears that “control of the masses” has taken on a whole new meaning.

Nonetheless, there is at least some encouraging news.
According to Dr. Exley, there is an abundance of silicon in the environment that can detoxify the effects of aluminum poisoning, as can silica supplements.
Also, EDTA chelation therapy can help remove toxic heavy metals from the body and restore vascular health."

Ty Bollinger

Chemtrails – Aerial Spraying of Toxic Chemicals 

Governments and corporations are deliberately manipulating and altering Earth’s climate, endangering the lives of people all over the world. Two of the most extreme cases of geo-engineering are chemtrails – the release of toxic chemicals into the air that are poisoning people and the planet – and HAARP – an electromagnetic antenna array based in Alaska that can send radio-frequency radiation over large geographical areas and manipulate weather patterns causing earthquakes, tsunamis, and more.  These projects represent some of the worst crimes in history, yet most people are unaware of them.

Over a hundred patents have been granted to major corporations, including Monsanto, for aerial spraying of materials that can penetrate your lungs and blood, cause disease, disrupt your mental capacity, cause you to be sterile and even cause premature death. These materials are being sprayed all over our planet – and on you – right now, without your knowledge or consent.

Intense spraying of dangerous chemicals from planes has been reported whith nasty mixture of parasites, pathogens, toxic heavy metals and nano-engineered particles have been found falling to earth from the trails of certain planes. Aluminum, barium, bacillus spores, radioactive thorium, cadmium, chromium, nickel, desiccated blood, mold spores, yellow mycototoxins, ethylene dibromide and synthetic nano-fibers are among the ingredients found in collected samples.
As these fill the atmosphere and lodge in our lungs and blood streams through the air we breathe and the food we eat, it represents the most unavoidable toxic pollution in history.

Given the choice, do you want to let the government manipulate the weather, create earthquakes and potentially control your mind?

The military and the patent documents say HAARP could:

  • modify and re-direct the weather and the jet-stream as potential weapons
  • manipulate and disturb human mental process through pulsed radio-frequency radiation over large geographical areas
  • create electromagnetic pulse effects similar to atmospheric thermonuclear devices
  • replace the current over-the-horizon radar system (potentially enhanced by all the aluminum dumped in the sky by the chemtrailers)
  • wipe out communications over an extremely large area, while keeping the military’s communication system operative
  • probe the Earth for oil, gas and mineral deposits.

The “Earth-penetrating tomography” capability of the HAARP array can create a high-pressure bubble in the upper atmosphere. This bulges up the top of the Ionosphere, which then snaps back down sending an electromagnetic pulse into the Earth to detect oil or gas reserves. This same technique, however, with the levels of power generated by HAARP could theoretically cause earthquakes and potentially associated tsunamis.  The Chinese government accused the US of intentionally initiating the quake of 2008, citing the use of HAARP.

Why would HAARP be used to cause an earthquake in Haiti?
It could be because of the recent discovery that Haiti is rich in resources. Shortly before Haitian President Jean-Bertrand Aristede was removed by a CIA-backed military coup in the early nineties, he produced research and a book detailing for the first time the location of vast Haitian resources, including oil (potentially more than Venezuela) as well as gold, uranium, zyconium and iridium, and how they would benefit the general population.

As the Haiti earthquake occurred the US military had 20,00 troops stationed in Miami, Florida at the tip of Florida for an exercise aimed at ‘rescuing Haiti from a hurricane.  There were similar exercises conducted at the same time as the 9/11 attacks in New York and the 7/7 train bombings in London. The troops were immediately deployed to commandeer the airport at Port-au-Prince. Former presidents George Bush Sr. and Bill Clinton were immediately put in charge of the “relief effort,” which has been a miserable failure, while the takeover of Haiti’s sovereignty by the US military and by a consortium of foreign banks has been successful. This could be a classic example of the “Problem, Reaction, Solution” tactic for taking over resources, rights and control while trying to avoid the backlash at home and insurgency abroad that accompanies straight out war.

Foster Gamble

A Terra está envolvida por um campo em forma de anel magnético. Linhas circulares de fluxo contínuo descem ao Pólo Norte e emergem do pólo sul. A ionosfera, um condutor de ondas electromagnéticas, 100 km acima da Terra, é composto por uma camada de partículas eletricamente carregadas que atuam como um escudo contra ventos solares. Ondas naturais estão relacionados com a atividade elétrica na atmosfera. 

Colectivamente, essas ondas são chamadas de
"A Ressonância Schumann".

O físico alemão W.O. Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera que fica cerca de 100 km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância (Ressonância Schumann-RS) mais ou menos constante da ordem de 7,83 pulsações por segundo. Funciona como uma espécie de marca-passo (frequência de base da Terra), responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma freqüência de 7,83 hertz (Hz).

Empiricamente fez-se a constatação que não podemos ser saudáveis fora desta frequência biológica natural. Sempre que os astronautas, nas viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas, submetidos à acção de um "simulador Schumann" recuperavam o equilíbrio e a saúde.

Durante milhares de anos as batidas do coração da Terra tinham essa frequência de pulsações e a vida desenrolava-se em relativo equilíbrio ecológico. A partir dos anos 80 e de forma mais acentuada a partir dos anos 90, a frequência passou de 7,83 para 11 e actualmente está acima de 13 Hz. O coração da Terra disparou. 
Quando essa mudança aconteceu, desequilíbrios ecológicos fizeram-se sentir: 
perturbações climáticas, maior actividade dos vulcões, crescimento de tensões e conflitos no mundo, e aumento geral de comportamentos desviantes nas pessoas, entre outros.

Esta frequência de ondas naturais de 7,8 Hz existiam naturalmente na cavidade "electromagnética" da Terra, no espaço entre o chão e a ionosfera. 
Estas "ondas cerebrais da terra" são idênticas às do espectro das nossas ondas cerebrais. (1 hertz = 1 ciclo por segundo, 1 Khz = 1000, 1 Mhz = 1 milhão de ciclos por segundo.

Os seres vivos que vivem neste planeta são projectados para ressoar na mesma pulsação da frequência natural da Terra, a fim de evoluir harmoniosamente com ela. A ionosfera está a ser manipulada por cientistas do governo dos Estados Unidos usando um transmissor do Alasca chamado HAARP (Programa de Pesquisa da Aurora Activa de Alta Frequência).

O HAARP pode causar terremotos e aquecimento quando publicou o trabalho Radiação de ELF de alta potência gerada pelo aquecimento de HF modulada na ionosfera pode causar terremotos, ciclones e aquecimento localizado.

O HAARP é, actualmente, o mecanismo mais importante para gerar uma frequência extremamente baixa de radiação eletromagnética (FEB) na ionosfera. A fim de produzir esta radiação ELF, o transmissor HAARP irradia um forte feixe de ondas de alta frequência (HF) modulada em ELF. Este aquecimento HF modula a temperatura dos elétrons na região D da ionosfera e leva a condutividade modulada a uma corrente de tempo variável, que em seguida, irradia na frequência de modulação. Recentemente, o transmissor HF (HAARP) operou com 3.6 GW de potência efectiva de radiação modulada na frequência de 2,5 Hz. Mostra-se que a radiação de alta energia gerada por aquecedores ELF ionosféricos HF, tais como a corrente do aquecedor HAARP, podem causar terremotos, ciclones e um forte aquecimento localizado.

Dados do HAARP de radiodifusão publicados no site HAARP coincidiram com uma série de recentes grandes catástrofes, como o terremoto do Haiti de 2010, a onda de calor de 2010 na Rússia, as principais inundações em 2010 na China e no Paquistão e os grandes sismos no Haiti e no Japão - ocorreram desde que o presidente dos EUA e comandante-chefe do exército dos Estados Unidos Barack Obama tomou posse.

O terremoto de 9,0 no Japão ofereceu a evidência mais prejudicial do governo dos EUA do uso do HAARP para induzir a grandes danos e destruição contra um Estado estrangeiro. Dados HAARP magnetómetro mostrou ao mundo que o HAARP (administrado em conjunto pela Força Aérea dos EUA e o EUA Navy) começou a transmitir a frequência de indução terremoto de 2,5 Hz em 8 de Março de 2011 e continuou a transmitir a frequência para os dias inteiros de 09 de marco de 2011 e 10 de Março de 2011. HAARP não foi desligado até 10 horas após o terremoto de magnitude 9,0 no Japão, que foi desencadeada na sexta - feira 11 de marco, 2011 às 05:46:23 UTC .

HAARP é real e está agora activamente a modificar o nosso clima e a provocar terremotos.
Ondas ELF do HAARP, também podem alterar o humor de milhões de pessoas.


O início da história é que esta rede de energia de emergência foi construída para sobreviver aos efeitos de uma guerra nuclear, o que facilitaria as comunicações militares, antes, durante e depois ao evento.

Os transmissores GWEN (Ground Wave Emergency Network), possuem antenas a cada 200 milhas através dos EUA e permitem acionar frequências específicas para serem adaptadas para a força do campo geomagnético em cada área, permitindo que o campo magnético seja alterado.

A onda artificial está espalhada sobre os EUA como uma teia. É mais fácil controlar a mente e hipnotizar as pessoas que são banhados por uma onda electromagnética artificial.

Os transmissores GWEN têm muitas funções diferentes, incluindo controlar o tempo, a mente, o comportamento e o estado de espírito da população.

Estas torres trabalham em conjunto com o HAARP e o russo Woodpecker transmissor, um sistema similar ao HAARP. Os russos possuem uma pequena versão de seu sistema de tempo de engenharia chamada Elate, que pode conseguir padrões de ajuste fino do tempo numa área de 200 milhas e tem o mesmo alcance que a unidade GWEN.

As torres GWEN disparam rajadas enormes de energia para a atmosfera em conjunto com HAARP . 

Há 5 rios atmosféricos em cada hemisfério.
Uma inundação maciça pode ser criada por um represamento desses rios maciços de vapor, causando enormes quantidades de chuva para serem despejadas. As torres GWEN posicionadas ao longo das áreas ao norte do Missouri e rios Mississippi foram ativados por 40 dias e 40 noites.
Isto foi em conjunto com HAARP.

O represamento dos rios de vapor criam um rio de electricidade que flui por milhares de quilómetros através do céu e vai até à calota do gelo polar, manipulando o jet-stream.
Mais uma vez, estes dois grandes rios inundados, causam perdas agrícolas de US $ 12-15 bilhões.

Dr. Andrija Puharich, descobriu que,

*7,83 Hz (pulso da Terra) fez uma pessoa "se sentir bem", produzindo uma alteração de seu estado;
*10,80 Hz causa comportamento desenfreado;
*6,6 Hz causa a depressão.

Em 1901, Nikola Tesla , Prémio Nobel de Física (compartilhado com Einstein) revelou que a energia pode ser transmitida através do solo por ondas ELF.

Puharich criou um implante dentário que controla a mente. 
As vítimas deste implante diziam que o chip foi colocado pelo seu dentista, sem o conhecimento deles, o que os levou a ouvir "vozes na sua cabeça".
Estes chips eram colocados em cápsulas ou alojadas na mandíbula.

Este tipo de implantes são hoje menores do que a largura de um cabelo e são injectados com injecções de vacina de gripe. Milhões de pessoas já tinham isso sem saber.
Estes "biochips circulam na corrente sanguínea e se alojam no cérebro, permitindo que as vítimas de ouçam "vozes", através do implante. 

Curioso é saber que o Obama incentivou bastante com o Obama Care colocar um chip em todos os cidadãos dos EUA...

Porém, o mais astuto de todos os controles e interacções de tecnologias para controle da mente chama-se tecnologia de transportador subliminal, ou Espectro do Som Silencioso Espalhado (SSSS)(também alcunhado de S-Quad ou “Squad” em linguagem militar). Foi desenvolvida para uso militar pelo Dr. Oliver Lowery de Norcross, Geórgia, e está descrita na patente dos EUA nº 5.159.703 – “Sistema de Apresentação Subliminal Silenciosa” [Silent Subliminal Presentation System] para uso comercial em 1992. Na introdução lê-se:

“Um sistema de comunicações silencioso no qual transportadores não-auriculares, nas zonas de frequências áudio muito baixas (ELF) ou muito altas (VHF) ou no espectro adjacente de frequências ultra-sónicas, são de amplitude ou frequência moduladas com a informação desejada e propagadas acústica ou vibracionalmente, com a finalidade de induzir o cérebro, tipicamente com o uso de alto-falantes, fones de ouvido ou transdutores piezoeléctricos. Os portadores modulados podem ser transmitidos directamente em tempo real ou podem ser adequadamente gravados e armazenados em suporte mecânico, magnético ou óptico para posterior retransmissão aos ouvintes, de forma ***** ou repetida.”

Em linguagem simples, este aparelho, este “Som do Silêncio” permite a implantação indevida de pensamentos e emoções específicas e até acções físicas pré-determinadas em seres humanos sem estes suspeitarem de nada.
Resumindo, tem a capacidade, muito real, de transformar seres humanos em marionetes nas mãos de certos “controladores”.


A física e a engenharia por trás da transmissão de doenças eletromagnéticas são assustadoras.
As doenças podem ser reproduzidos como "assinaturas" em que a vibração de uma doença pode ser fabricada e enviada para ser induzida artificialmente.

Uma vez que as doenças são pulverizados no ar, as ondas electromagnéticas se sintonizadas com a doença, usando hormonas e sub-hormonas, tornam-a ainda mais letal e contagiosa, na verdade uma descrição mais apropriada seria mortal.

Os céus são preenchidos diariamente com chemtrails, esses padrões entrecruzadas brancos que são pulverizadas por todo o céu no Estados Unidos e outros países. São estes, como rastros que os jatos emitem por trás deles? Não exatamente ... rastros dissipam-se rapidamente, mas os chemtrails persistem - estão a ser deliberadamente pulverizados metais pesados e produtos químicos insidiosos (recuperados, analisados ​​e aprovados), que afectam o estado de consciência, produzindo apatia e hoje já se sabe que possuem elementos biológicos não identificados.

Adiciona a isso, a fluoretação da água potável, aspartame, etc, e outras drogas altamente questionáveis.

Flúor desactiva a secção da força de vontade do cérebro, prejudicando o lobo occipital esquerdo. Tanto o flúor como o selênio (em quantidades adicionais) podem produzir efeitos estranhos, um sintoma comum é o de "ouvir vozes ".

Ondas ELF criam perturbações nos processos biológicos do organismo, ativando-os em grande escala, uma vez que o corpo tenha sido exposto aos referidos causadores de doenças chemtrails.

Porém, após análises mais detalhadas sobre a totalidade dos metais, componentes de nanotecnologia e biotecnologia (geoengenharia) estão a ser lançados na atmosfera pelos chemtrails.

Não são apenas o chemtrails, nem apenas o HAARP, ou as torres GWEN...
O grande salto é analisar como essas tecnologias interagem entre si e de que forma essa interacção está a ocorrer.

O pesquisador Majix diz que os nossos cérebros são tão sensíveis, que são como cristal líquido, em resposta ao componentes magnéticos da terra. Somos sensíveis às mudanças magnéticas da terra, mudanças na cavidade ionosférica e ressoamos essas frequências em nós mesmos. 
Somos entidades incrivelmente complexas, além da compreensão do leigo.
Nossos cérebros são de facto um tipo de transdutor bio-cósmico.

Estão a alterar o nosso clima, a envenenar o nosso ar e os nossos alimentos, a deturpar a nossa mente...tudo para justificar a Geoengenharia, convencendo-nos que é para o nosso bem, para descer as temperaturas para valores normais, e assim conseguirem realizar a Nova Ordem Mundial!


- Radiação de ELF de alta potência, gerada pelo aquecimento de HF modulada na ionosfera pode causar terremotos, ciclones e aquecimento localizado

- The Gwen Towers - por Nicholas Jones

- Mind Control - por Ken Adachi

- Chemtrails: The List of Patents for Stratospheric Aerial Spraying Programs

Sem comentários:

Enviar um comentário