segunda-feira, 30 de junho de 2014

NICK CAVE & THE BAD SEEDS Volume I The Best... My Favorite Songs



Visions of murder, catastrophe, transfiguration and desperate love...
The New York Times

00:00:00 Into My Arms
00:04:15 The Ship Song
00:09:20 Where the Wild Roses Grow / Nick Cave & Kylie Minogue
00:13:21 I Let Love In
00:17:36 Do You Love Me?
00:23:45 We No Who U R
00:27:45 Are You The One That I've Been Waiting For
00:32:07 Straight To You
00:36:38 Jubilee Street
00:41:20 To Be By Your Side
00:45:28 O Children
00:52:00 The Weeping Song
00:56:13 Love Letter
01:00:20 Opium Tea
01:05:47 Red Right Hand
01:10:32 Henry Lee / Nick Cave & PJ Harvey
01:14:25 The Mercy Seat Faltam: Baby I am on fire Sorrow's Child Wonderful Life Your Funeral My Trial SadWaters Stranger than Kindness Loom Of the Land Slowly Goeas the night Thirsty Dog Tupelo Brother my cup is empty Saint Huck Wings off Flies Train Long Suffering Oh my Lord God is in the House Hiding all Away Hallelujah

...palavras



Já me tinham falado sobre isto...
Não é o primeiro exemplo que encontro...
A maneira como distorcem o verdadeiro significado das palavras!
O pior é que usam estas palavras e as transportam para o mundo real, só para criar medo e terror nas pessoas, e há quem faça delas e uso delas, para fins que nem ao diabo lembra....

Satã é o vento cósmico que impele o homem arquétipo à queda de mundos mais subtis para a matéria. Lucifer é o anjo portador da Luz-do conhecimento, psicopompo que encaminha a alma de regresso ao Todo, ao Inefável, à Luz universal (o que quiserem menos palavras com carga cultural pesada).
O conhecimento foi demonizado paulatinamente desde Irineu, mais tarde Niceia, mais tarde as cruzadas Albigenses e a caça às bruxas e todos os resquicios de 800 anos (desde o sec IV até XII e continuou até os dias de hoje) de perseguição das religiões de mistérios.
Aliás, como tudo o que existia antes do Cristianismo...

Tirania


A ideia de um deus criador cria necessariamente a tirania pois qualquer divindade criadora cria o mundo ou o universo segundo suas regras e leis.

O Criador é um Tirano.
Isto é lógica, pensamento objectivo sem nenhum intento de ofender crenças alheias.
Quem faz as regras manda no jogo.

Urano, Cronos e Zeus - na mitologia grega.

Brahma - na mitologia hindu.

Javé ou Jeová na mitologia judaica.

Todas as mitologias e religiões assentadas em deuses criadores são necessariamente tiranas.

Pai, faça-se a tua vontade assim na terra como no céu.

Qualquer caminho de liberdade significa ir além do Criador, libertar-se da tirania, transcender leis.

Criador, cria a dor. Tirania.

Tirania significa senhor, chefe, aquele que tem poderes absolutos.

Mas se o poder é absoluto qual a chance de liberdade? 
Numa concepção criacionista não há, por isto obedecer ao Criador é a única forma de redenção, pois é a escravidão consciente ao poder absoluto, o desejo de toda a tirania.

Em Matrix, o filme, os próprios programas, como o agente Smith, buscavam uma oportunidade de liberdade, de redenção, infringiram por isto seu propósito original, não quiseram retornar para a fonte criadora, desobedeceram.

A desobediência é um ato de autonomia, um desejo de ser como o próprio criador.

Se há em cada um de nós uma porção do criador, há um misto de tirania e de desejo de liberdade ao mesmo tempo, esta é a nossa dialéctica anímica.

Por isto, todo o criador teme ser derrubado por um(a) filho(a), uma criação.

Por isto todo o deus criador engendra seu opositor que será considerado o mal.

Porque o mal será sempre o desejo de libertar-se da tirania do criador.

É... pensar é incómodo, um acto de desobediência.


Fernando Augusto

domingo, 29 de junho de 2014

you are welcome to elsinore


Entre nós e as palavras há metal fundente
entre nós e as palavras há hélices que andam
e podem dar-nos morte violar-nos tirar
do mais fundo de nós o mais útil segredo
entre nós e as palavras há perfis ardentes
espaços cheios de gente de costas
altas flores venenosas portas por abrir
e escadas e ponteiros e crianças sentadas
à espera do seu tempo e do seu precipício

Ao longo da muralha que habitamos
há palavras de vida há palavras de morte
há palavras imensas, que esperam por nós
e outras, frágeis, que deixaram de esperar
há palavras acesas como barcos
e há palavras homens, palavras que guardam
o seu segredo e a sua posição

Entre nós e as palavras, surdamente,
as mão e as paredes de Elsinore

E há palavras nocturnas palavras gemidos
palavras que nos sobem ilegíveis à boca
palavras diamantes palavras nunca escritas
palavras impossíveis de escrever
por não termos connosco cordas de violinos
nem todo o sangue do mundo nem todo o amplexo do ar
e os braços dos amantes escrevem muito alto
muito além do azul onde oxidados morrem
palavras maternais só sombra só soluço
só espasmos só amor só solidão desfeita

Entre nós e as palavras, os emparedados
e entre nós e as palavras, o nosso dever falar


Mário Cesariny
in, Uma Grande Razão

Eu acredito em profundidades


“Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo.
Não estou aqui para que gostem de mim.
Estou aqui para aprender a gostar de cada detalhe que tenho.
E para seduzir somente o que me acrescenta.
Adoro a poesia e gosto de descascá-la até a fratura exposta da palavra.
A palavra é meu inferno e minha paz.
Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que me deixa exausta.
Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo.
Sei chorar toda encolhida abraçando as pernas.
Por isso, não me venha com meios termos, com mais ou menos ou qualquer coisa.
Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar.
Eu acredito em profundidades.
E tenho medo de alturas, mas não evito os meus abismos.
São eles que me dão a dimensão do que sou.”

Maria de Queiroz

Capricornianos e as suas vidas passadas



" A encarnação dos que nasceram sob o signo de capricórnio é extremamente importante porque representa um novo redireccionamento da alma, simbolizada pelo facto deste signo anunciar o começo do verão para o hemisfério sul e o inverno para o hemisfério norte.
Portanto, é um signo de novos começos, e anuncia o nascimento da alma para os aspectos mais colectivos da sociedade.
O egoísmo, a valorização dos aspectos sociais e materiais ainda estão presentes neste signo, mas já bastante atenuadas, pois com certeza serão eliminados definitivamente nesta vida.

Isto ocorre porque após capricórnio, tem-se por último, os signos de Aquário e Peixes, que são os signos mais desapegados materialmente e mais envolvidos com a ajuda ao próximo.
No entanto, para que o capricorniano atinja a evolução desses signos posteriores, deverá passar por duras provas nesta vida, como a solidão e o excesso de trabalho.

No passado, o capricorniano, levou a vida despreocupadamente; talvez tenha sido um devasso, um boémio, um aventureiro ou um jogador.
Agora terá de se manter a qualquer custo no caminho certo, valorizando a moral, os costumes e a ética para que possa realizar os seus sonhos mais caros.
Será forçado pelas circunstâncias da vida a assumir cargos de responsabilidade e assegurar a manutenção da família.
Às vezes não será apreciado no ambiente familiar ou profissional pelo seu excesso de seriedade.
Além disso, a última vida foi muito movimentada e cheia de ensinamentos, e nesta vida poderá por em prática toda a sabedoria que acumulou.
Por isso, muitas crianças capricornianas são desde pequenas bastante amadurecidas e com objectivos profissionais bem definidos.
Os pais devem respeitar o seu lado sério e cauteloso, pois são agraciados por uma grande sabedoria.

O capricorniano terá capacidade de concretizar planos a longo prazo, e com certeza  no final da vida obterá o sucesso que tanto almejou.
Às vezes acontece,o capricorniano morrer antes de usufruir da riqueza duramente conquistada, ou de ver realizada a concretização dos seus sonhos.
Isto geralmente ocorre para mostrar-lhe que a transitoriedade da matéria e de que tudo nesta vida é ilusão.

Geralmente os capricornianos são mais respeitados do que amados pela sociedade, pelos amigos e familiares, mas não devem ficar tristes com isso, pois são pessoas naturalmente tímidas e bloqueadas para expressarem sentimentos. Este bloqueio amoroso é decorrente de uma vida passada em que foram duramente traídos e humilhados.
As mágoas que carregam nesse campo são profundas e ainda dolorosas.
por isso, nesta vida só se apaixonarão de verdade numa idade mais madura, quando estiverem mais auto-confiantes.

O capricorniano, mais do que outro signo qualquer, deve lembrar-se que o amor existe, e que antes de receber, é preciso saber doar-se desinteressadamente.
No entanto, é um óptimo signo para se ter como parceiro porque são leais e prestativos.

Os Capricornianos, ou com ascendente em capricórnio, nascidos entre 1989 e 1995 possuem Urano e Neptuno em Capricórnio.
São profundamente inteligentes e anseiam por mudar a sociedade, no sentido de torná-la mais séria e próspera.
É uma geração que trabalhará bastante e tentará reformar a burocracia de seus países, tornando-a menos complicada.
Darão óptimos engenheiros, matemáticos, físicos, arquitectos.
No passado foram políticos, agitadores sociais ou líderes de facções, e por isso trazem um dom natural para a oratória e facilidade em convencer os outros, ainda que sejam sérios.

Na mitologia grega, o regente de capricórnio, o planeta Saturno, era o Deus Cronos.
Este Deus reinava em todo o Olimpo, tendo gerado os 12 principais Deuses da mitologia grega. No entanto, por causa da sua ganância em se querer perpetuar eternamente no poder, engoliu os filhos, mas um conseguiu escapar com a ajuda da mãe.
este que escapou era o Deus Zeus, que posteriormente abriu a barriga do pai e libertou os irmãos, tornando-se assim o novo chefe do Olimpo.
este mito, mostra que o Capricorniano deve tomar cuidado com o excesso de ganância, e a tendência em achar que é eterno, pois pode-se esquecer de realizar a sua verdadeira missão nesta vida, que consiste em levar prosperidade para os outros e melhorar as condições da sociedade.

A sua última vida, representada pelo signo de Sagitário, fez com que o capricorniano amadurecesse, principalmente em relação às suas crenças, e à sua vontade em servir os outros.
Assim, nesta vida, traz um alto grau de amadurecimento e uma responsabilidade kármica muito grande.
Porque Saturno é o Senhor do Karma.
Esta atribuição de Senhor do Karma, deve-se ao facto de Saturno ter sido durante muito tempo o último planeta conhecido pelo homem (somente a partir do Séc. XVIII é que descobriram os outros planetas, Urano, Neptuno e Plutão), e por isso, ter sido associado às questões temporais, através do Mito de Cronos, o Senhor do Tempo.
Portanto, todo o capricorniano, por ser regido por Saturno, deve procurar de todas as formas seguir o Caminho Recto e Justo, porque a responsabilidade é-lhe cobrada em dobro.
Esta pesada cobrança, deve-se ao facto de ser um dos últimos signos, e portanto, estar num período de somatório de todas as experiências acumuladas do passado, o qual deverá ser passado a limpo.

A maioria dos Capricornianos vivem bastante por causa dessa necessidade de aprofundar os seus conhecimentos e de resolver as suas questões kármicas acumuladas durante os séculos passados.
Quando feito isso, estarão plenamente prontos para iniciar uma nova jornada, onde o desvendar do inesperado e do desconhecido serão os elementos predominantes de suas próximas vidas."


Ana Flávia Miziara  

sábado, 28 de junho de 2014

O Corpo...e a Mente


Pergunta – O sofrimento físico, não digo nem apenas somente a dor nas pernas, mas uma doença grave, uma ferida aberta, isso compromete este estado de lucidez e concentração?

Monge Genshô - Com certeza. Mente e corpo estão ligados. Se você está doente, a doença atrapalha você. Não adianta dizer que não é verdade, se você não cuidar do seu corpo, um dia ele começa a atrapalhar. Esses dias eu cheguei na minha casa e disse à minha esposa: “está na hora d´eu mudar de corpo porque esse aqui, já era, está com esclerose em articulação, artrose, etc, começa a dar problema”.

Então, o corpo é um instrumento muito necessário, uma âncora que segura você aqui, e permite fazer uma determinada prática. Se você perde o corpo, muitas portas de acesso ao universo são fechadas, o olhar, os ouvidos, nós usamos o corpo muito, ele não é nem um pouco desprezível. Então quando nós dizemos “mente”, mente e corpo são uma coisa só. Por isso, cuide do seu corpo, e cuide da oportunidade que você tem agora, há uma oração no fim do dia nos mosteiros Zen, que diz assim: “praticantes eu lhes peço encarecidamente, não percam tempo, porque o tempo rapidamente transcorre e a oportunidade se perde”.

Vocês têm a oportunidade de praticar e despertar. A outra forma é: continuem iludidos. Morram iludidos, nasçam iludidos e repitam tudo de novo. Esse na realidade é que é o verdadeiro castigo, ficar preso aqui, repetindo tudo de novo. Já pensaram? Vou morrer, aí eu nasço, não sei quem sou, mamãe me dá um nome, me manda para o colégio, eu tenho que aprender tudo de novo, aí tem colegas mais fortes para me dar cascudos,  tudo de novo!  Começar ignorante, tudo de novo. Isso é o verdadeiro castigo, porque a única coisa com que você conta quando nasce, que você pode levar, é seu carma.

Então você tem que ter um carma que direcione você para coisas melhores e certas, senão você vai ser direcionado para as coisas piores. 
É uma péssima idéia, por exemplo, morrer de overdose.  Nascer de novo com vontade de se drogar? Uma péssima idéia morrer com raiva, já nascer num mundo de ódios. 
É uma boa idéia morrer com os pensamentos mais belos, e a vontade de se manifestar num mundo belo, num lugar com pessoas de bons sentimentos.

Nós dizemos que a prática tem imenso poder. Nós dizemos que o manto budista tem grande poder. Há uma história de uns ladrões que roubaram o manto de um monge, e levaram para um cabaré, deram para uma prostituta e disseram, “te veste de monja e faz um strip tease em cima das mesas”. E sob os assobios e palmas dos homens ela fez o strip tease com o manto do monge. E por causa disso, ela renasceu em uma família budista e recebeu excelentes ensinamentos e tornou-se uma monja. Pois é. Tal o poder do manto. Como a história budista é surpreendente não é? Todo mundo fica esperando um castigo, e não tem. Portanto, é grande bênção ter esse contato.

Manual for Climbing Mountains


A] Choose the mountain you want to climb: don’t pay attention to what other people say, such as “that one’s more beautiful” or “this one’s easier”. You’ll be spending lots of energy and enthusiasm to reach your objective, so you’re the only one responsible and you should be sure of what you’re doing.

B] Know how to get close to it: mountains are often seen from far off – beautiful, interesting, full of challenges. But what happens when we try to draw closer? Roads run all around them, flowers grow between you and your objective, what seemed so clear on the map is tough in real life. So try all the paths and all the tracks until eventually one day you’re standing in front of the top that you yearn to reach.

C] Learn from someone who has already been up there: no matter how unique you feel, there is always someone who has had the same dream before you and ended up leaving marks that can make your journey easier; places to hang the rope, trails, broken branches to make the walking easier. The climb is yours, so is the responsibility, but don’t forget that the experience of others can help a lot.

D] When seen up close, dangers are controllable: when you begin to climb the mountain of your dreams, pay attention to the surroundings. There are cliffs, of course. There are almost imperceptible cracks in the mountain rock. There are stones so polished by storms that they have become as slippery as ice. But if you know where you are placing each footstep, you will notice the traps and how to get around them.

E] The landscape changes, so enjoy it: of course, you have to have an objective in mind – to reach the top. But as you are going up, more things can be seen, and it’s no bother to stop now and again and enjoy the panorama around you. At every meter conquered, you can see a little further, so use this to discover things that you still had not noticed.

F] Respect your body: you can only climb a mountain if you give your body the attention it deserves. You have all the time that life grants you, as long as you walk without demanding what can’t be granted. If you go too fast you will grow tired and give up half way there. If you go too slow, night will fall and you will be lost. Enjoy the scenery, take delight in the cool spring water and the fruit that nature generously offers you, but keep on walking.

G] Respect your soul: don’t keep repeating “I’m going to make it”. Your soul already knows that, what it needs is to use the long journey to be able to grow, stretch along the horizon, touch the sky. An obsession does not help you at all to reach your objective, and even ends up taking the pleasure out of the climb. But pay attention: also, don’t keep saying “it’s harder than I thought”, because that will make you lose your inner strength.

H] Be prepared to climb one kilometre more: the way up to the top of the mountain is always longer than you think. Don’t fool yourself, the moment will arrive when what seemed so near is still very far. But since you were prepared to go beyond, this is not really a problem.

I] Be happy when you reach the top: cry, clap your hands, shout to the four winds that you did it, let the wind – the wind is always blowing up there – purify your mind, refresh your tired and sweaty feet, open your eyes, clean the dust from your heart. It feels so good, what was just a dream before, a distant vision, is now part of your life, you did it!

J] Make a promise: now that you have discovered a force that you were not even aware of, tell yourself that from now on you will use this force for the rest of your days. Preferably, also promise to discover another mountain, and set off on another adventure.

L] Tell your story: yes, tell your story! Give your example. Tell everyone that it’s possible, and other people will then have the courage to face their own mountains.


~Paulo Coelho

Aprende a lição


“Não deixes passar esta etapa da tua vida, 
porque ela nunca mais se repetirá exactamente da mesma maneira. 
Eu sei que pode estar a doer muito, mas não desejes que ela passe rápido. 
Deixa que ela tenha o seu próprio tempo. 
Vive-a. 
Sente-a bem dentro de ti. 
Aprende a lição. 
Chora tudo o que tiveres de chorar. 
Esconde-te se quiseres no teu cantinho em casa, 
o tempo que precisares para conhecer e acalmar essa tua dor. 
Mas, por favor, não fujas dela. 
Sente-a. 
Vive-a. 
Deixa que te mexa por dentro. 
Deixa que te faça gritar. 
Tu sabes que por vezes, só mudas, 
quando a dor se torna maior e mais insuportável que o medo de mudar.”

José Micard Teixeira

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Lua Nova...27 de Junho


Nós não podemos ver a Lua durante a Lua Nova, porque ela nasce e põe-se com o Sol.
Sem a luz da Lua, a noite é escura.
Como o nosso estado interior!
Quanta coisa aí está sempre a acontecer na escuridão que não podemos ver.
Com sensibilidade e subtileza, vamos sentir o que está acontecer à superfície e por trás da fachada das nossas actividades diárias.
Vamos procurar momentos para fazer uma pausa e relaxar para receber mensagens da nossa alma, dessa Luz em nós que jamais se extingue!

 LUA NOVA NO GRAU 5 DE CARANGUEJO DIA 27 DE JUNHO

"Ao entrar na energia deste ciclo senti a divisão interna actual do ser humano no plano emocional e de onde advém as inseguranças e o medo de não controlar, de não conseguir ter as velhas formas inconscientes de segurança...

Estamos a aprender a estar perante a vida no aqui e agora, estamos a fechar ciclos de controle e medo, lógico que todos eles estão a emergir há meses no nosso ser interno, não com o sentido de nos fazer sentir mal, mas sim com o sentido evolutivo de os conhecermos e assim começarmos a relacionarmo-nos connosco próprios de uma forma mais real, objectiva e honesta, sem véus de ilusão, onde nos "vemos" com lentes destorcidas pela memória da vitima e da culpa...

Este ciclo conduz-nos a um estreitamento interno, onde a sensação é de rendição, mas com muitos campos de dúvida... normalissimo e essa é a realidade que deveremos aceitar agora...
Como é que uma criança aprende a andar??? Caindo...

Então como podemos desapegarmo-nos a vicios de controle da vida, das circunstâncias que são o campo de experiência para que possamos "VERMO-NOS"???
VIVENCIANDO-OS...
Não existe outra forma...

Mas existe no ser humano , por ora, a tendência de querer fugir dessas experiências, depois ao estar dentro delas sem consciência do crescimento emocional, consciência das emoções que ainda habitam em si, cria uma realidade de resignação , zanga camuflada ou declarada... reage, ou esconde de si a reacção... prefere não se sentir e dessa forma não sai do circuito da imaturidade emocional... da ausência da consciência das emoções que o movem e levam a reagir de determinadas formas...

Neste ciclo lunar estamos a ter a oportunidade de conhecermos estas mecânicas de forma mais real e iniciarmos as escolhas de largarmos essas máscaras ilusórias da vitima e da culpa... só nos trazem dor e prisão, pois ao não contactarmos com intimidade consciente estas emoções , ficamos prisioneiros delas e nada muda na nossa vida, pelo contrário, mantemos experiências que nos devolvem num circuito fechado a mesma roda de emoções...

Dúvidas , muitas dúvidas, será que é possivel viver sem controlar?
Será que é possivel viver sem querer perceber tudo para evitar o que temo e desconheço?
É normal essas dúvidas, a forma como estamos a deixarmo-nos dominar por elas ou não as deixarmos dominar é que fará a diferença...

Aceitar que existe esse campo de dúvida e controle, pois temos medo do nosso Poder Pessoal, ou seja, o Poder de tudo mudar e assumirmos cada momento, sem culpa ou vitimização, mas sim como algo que se nos entregarmos e sentirmo-nos sem véus de bonzinhos ou maus... sem divisão interna, sem classificação , mas sim entrega... 
Este ciclo lunar está-nos a dar a oportunidade de renascer numa nova forma de lidar com as emoções que existem em Nós e que fugiamos de as sentir, de as conhecer, de ter intimidade com elas...

ACEITAR agora, é entregarmo-nos a essa redescoberta de atitude interna com as emoções...
Para as podermos equilibrar temos que as conhecer...
Para reagir diferente, temos que sentir o que move a reacção...
Para assumirmos gradualmente o nosso Poder Pessoal, deveremos ver onde nos condicionamos não nos permitindo aceitar sem culpa as nossas reacções, mas sim aprendendo através delas, o que sentimos e nos deu oportunidade de viver a experiência com essa consciência, aprender e mudar...
Renascimento nessa entrega de ACEITAÇÃO DE NOS PERMITIRMOS VIVER NO AQUI E AGORA....
SEM MEDO DE TER MEDO DE SENTIR TUDO ...
Só dessa forma poderemos ir criando autonomia na nossa vida e nas mudanças que queremos ...
Só assim poderemos ter dominio real e objectivo de como não nos condicionarmos a cada momento e pudermos ser livres de nos conhecer e entregar ao momento...

Reanascer na nova essência é aceitar esta descoberta de estar presente a sentir e não deixar as inseguranças controlarem o nosso Ser...
Não entendemos o que se está a passar poderá ser vertiginoso para muitos de Nós, mas é apenas ecos do passado e herança dos últimos 2000 anos, onde a culpa, o castigo, criou a ilusão da divisão e que hoje deve começar a ser descoberta e liberta...

Só Nós podemos ter este intimo contacto pela entrega à Experiência do AQUI E AGORA.... permanecendo e não fugindo das nossas próprias emoções..."


Ruth Fairfield


Eu comecei na terça-feira a sentir esta energia.
Decidi abrir mão da minha casa, sem culpas, sem apegos, fechar o ciclo "Santarém", e iniciar um novo ciclo do zero, num outro sítio, com uma energia mais positiva.
E é nestas alturas, em que tomo decisões destas, que vejo que uma nova Susana renasceu.
Porque uma coisa, é aquilo que pensamos que somos...outra bem diferente, é o que somos na realidade. E a única forma de o sabermos com verdade, é através das nossas escolhas, decisões e atitudes.
A antiga Susana nunca tomaria uma decisão destas...NUNCA.
Tenho andado bastante introspectiva desde o início da semana, mas ter consciência da mesma através deste texto, é de facto mais fácil para ultrapassar os desafios.
Para uma Capricórnio como eu, largar o controle de tudo, é como tirar um chupa a uma criança.
Mas eu estou a trabalhar nisso, e estas dúvidas passaram a ser apenas existenciais, em vez de pedras no caminho.
Nunca tive medo de tropeçar !


.......gatos


"O gato é a lei em si.
Jamais perde seu ar despótico de luxo e indolência orientais.
Era feminino demais para os gregos, amantes do masculino.
Falei da invenção egípcia da feminilidade, uma estética de prática social distanciada da brutal maquinaria feminina da natureza.
As roupas da egípcia aristocrática, uma perfeita túnica de linho transparente pregueado, eram macias, lisas, fluidas.
Macia é a sorrateiricie noturna dos gatos.
Os egípcios admiravam o aspecto liso, nédio, nos mastins, chacais e gaviões.
O nédio é o liso contorno apolíneo. Mas a maciez é a arte sinuosa das trevas daimônicas, que o gato traz para o dia.

Os gatos têm pensamentos secretos, uma consciência dividida.
Nenhum outro animal é capaz de ambivalência, essas ambíguas correntes contraditórias de sentimentos, como quando um gato ronronante enterra ao mesmo tempo os dentes como advertência, no braço de alguém.
O drama interior de um gato ocioso é telegrafado pelas orelhas, que giram para um farfalhar distante enquanto ele repousa os olhos com falsa adoração nos nossos, e depois, pela cauda, que bate ameaçadora mesmo quando ele cochila.
Às vezes, o gato finge não ter qualquer relação com a própria cauda, à qual ataca esquizofrenicamente. A cauda a contorcer-se e a bater é o barômetro ctônico do mundo apolíneo do gato. É a serpente no jardim, trombando e triturando com maliciosa antecipação.
A ambivalente dualidade do gato é dramatizada nas suas erráticas mudanças de humor, saltos abruptos do torpor à mania, com os quais contém nossa presunção: “Não chegue mais perto. Nunca se sabe”. (...)

Camile Paglia

Nomina Nuda


Maldita sea tu ingenuidad y la mía,
maldito el amor de los libros y del cine,
y ese momento de dicha
cuando todos creemos que aquello existe.
Olvídalo porque es mentira,
lo oirás en canciones antiguas, en boleros
que ponen la tarde amarilla y ociosa.

Ya ves que nos han mentido en todo,
que no hay nada bajo los nombres,
y el sonido amor vuela extraño
sobre nosotros
y parece un labio negro
como los hombros de un pájaro lejano.

Ya ves que es mentira el amor,
bautizo falso y doloroso,
que sólo existe un descuido y una red
y un océano finito de placeres,
pero el amor, ya lo ves,
es únicamente su nombre.

**

No sé llegar a tu casa perdida,
a tu casa enredada en las antenas
como un jirón olvidado y miserable.

No sé llegar a tu patio ni a tu vida,
a tu vida de puzzles y palmeras,
a tu patio de lata y de corazas.

No sé llegar desde mi vida hasta tu barrio,
tu barrio hinchado de perguntas,
mi vida extraña sin respuestas.
y sin embargo llegaré. Porque me llamas

Belén Sánchez
in, El Amor y sus Ciudades- 30 poemas de amor 


Não sei como chegar à tua casa perdida,
a tua casa emaranhada nas antenas
como um trapo miserável, esquecido.

Não sei como entrar no teu bairro na tua vida,
a tua vida de puzzles e de palmeiras,
o teu bairro de lata e de armaduras.

Não sei como ir da minha vida à tua rua,
a tua rua cheia de perguntas,
a minha vida estranha sem respostas.
Mas chegarei. Porque tu me chamas.




Nem o que é nosso nos pertence.
Quando acalmar descobrirei alguma maneira de partir...sem pressa

Os Dez Ladrões do Tempo


1. Poupe-se de pessoas que só chegam para partilhar queixas, problemas, histórias desastrosas, medo e julgamento dos outros. Não permita que o usem como um depósito de lixo.

2. Pague as suas contas a tempo. Da mesma forma, cobre aqueles que lhe devem ou, se você já percebeu que é impossível receber, escolha deixar para lá.

3. Cumpra as suas promessas. Senão cumpriu alguma, pergunte-se o porquê desta resistência. Tem sempre o direito de mudar de opinião, de se desculpar, de compensar, de renegociar e de oferecer outra alternativa diante de uma promessa não cumprida, mesmo que já um costume. A forma mais fácil de evitar o não cumprimento de algo que você não quer fazer é dizer “NÃO” desde o começo.

4. Elimine ou delegue, dentro do possível, aquelas tarefas que prefere não fazer, dedicando o seu tempo àquilo que desfruta fazer e lhe trazem resultados.

5. Dê permissão a si mesmo para um descanso quando necessário. Da mesma forma, permita-se agir quando estiver num momento de oportunidade.

6. Jogue fora, recolha e organize! Nada lhe tira mais energia que um espaço desordenado e cheio de coisas do passado que já não necessita.

7. Dê prioridade à sua saúde. Ofereça a devida atenção ao seu corpo (respiração, alimentação, actividade física).

8. Enfrente as situações tóxicas que está tolerando, como questões inconvenientes dentro do âmbito familiar ou acções negativas de amigos ou parceiros de trabalho. Pare de adiar!

9. Aceite. Não é resignação, mas nada lhe faz perder mais energia que o resistir e brigar contra uma situação que não pode mudar.

10. Perdoe. Deixe ir embora uma situação que está lhe causando dor. Acredite, tem essa escolha!



Dalai Lama

quinta-feira, 26 de junho de 2014

A Noiva-Cadáver




A Noiva-Cadáver (Corpse Bride / Tim Burton's Corpse Bride)
2005

Direcção: Michael Johnson / Tim Burton

Johnny Depp - Victor Van Dort (voz)


Passado numa vila europeia no século 19, este filme de animação com bonecos de massinha de modelar, conta a história de Victor (Johnny Depp), um jovem que é arrastado para o outro mundo ao se casar sem querer com a misteriosa Noiva Cadáver (Helena Bonham-Carter), enquanto sua verdadeira noiva, Victoria (Emily Watson), o aguarda desolada na Terra dos Vivos.
Embora a vida na Terra dos Mortos se mostre mais animada do que o meio vitoriano em que cresceu, Victor descobre que não há nada neste mundo, ou no outro, que possa afastá-lo de sua amada.
É uma história de optimismo, romance e de uma alegre vida após a morte, contada no clássico estilo de Tim Burton.

........mudar o karma


Pergunta – É possível mudar nosso carma?

Monge Genshô – Sim. Nos dois sentidos.
Vamos supor que você seja uma pessoa maravilhosa, que tenha feito muitas coisas boas para muitas pessoas, mas faz o mal, comete um crime e sua vida começa a decair. Você tinha um bom carma e o transformou em mau carma.
Por outro lado, você tinha feito coisas muito ruins, mas começa a mudar sua mente e realizar bons atos, isso vai gerar bom carma.
Mas isso é muito difícil, a maioria das pessoas está metida numa espécie de enredamento com seu carma e acaba repetindo sempre as mesmas coisas.
Se você não cuida de sua mente, quando morre, é com essa mente que se manifestará uma nova vida, seus impulsos, desejos e apegos é que serão seu carma para a próxima vida e para um novo eu, que não se lembrará do porque, embora sofra as consequências.

Pergunta – Como trazer o zazen para a vida prática?

Monge Genshô- Essa mente construída no Zazen, de não se preocupar com passado ou futuro, deve ser levada para a vida diária.
O zazen é somente a base da prática, não é a prática em si.
Quando estiver varrendo o chão, somente varra o chão, esteja ali presente.
Quando for lavar a louça, mente do zazen.
Uma excelente oportunidade é no seu trabalho, sempre que surgir uma discussão, observe e perceba seu ego presente na sua necessidade de manifestar opinião, na necessidade de estar certo, na necessidade de ser o melhor.
Torne-se consciente de você mesmo.
Essa é a verdadeira prática espiritual, não é acender velas, incensos ou fazer cerimônias.
Esse tipo de coisa serve para exercitar uma mente atenta, que deverá ser transferida para o resto de sua vida, até o momento de sua morte.
É muito importante ter uma boa mente no momento de sua morte. 
Uma mente tranquila, sem desespero, equânime, compassiva e uma mente capaz de perdoar, não somente aos outros, mas a si mesmo.  
Seus impulsos no momento da morte é que serão levados para a outra vida, por isso é muito importante saber morrer.

Do Amor


"O amor.
Tanto se fala do amor, mas pouco se descobre sobre o mesmo.
Tecem-se sobre ele poemas, narrativas, epopeias, canções, delírios, tudo e mais alguma coisa, mas ninguém o sabe definir a não ser pela palavra pelo qual se conhece ou por aquilo que se sente e não se sabe explicar.
Vagueia entre o mistério, entre o antagónico, confunde-se com tantas outras coisas e tantas outras coisas se confundem com ele, misturam-se e temperam o mesmo da mesma forma que o azedam e destroem.
Todos o querem encontrar, mas é ele quem nos procura, porque quem o procura não encontra e quem o encontra tem dúvidas se o mesmo é aquilo que supostamente deveria ser. 
O amor carrega muitas vertentes, transforma os espíritos e altera os estados de alma, seja pela sua presença ou pela falta dela.
É completo e incompleto, leva à felicidade ou à infelicidade, perfeito em momentos raros, imperfeito no restante tempo. 
Saber-se-á muito sobre o amor mas dificilmente saber-se-á o que realmente é, porque o amor é pessoal, é feito à medida de cada um, vestindo muitas formas e a percepção do mesmo nem sempre é clara e cristalina, porque se fosse não teria mistério, nem seria trágico e cómico como tantas vezes é."

Inventa uma parede



"Inventa uma parede
onde possas encostar-me o corpo
pressionado pelo teu.
Uma parede de textura suave.
Uma parede única,
onde nos encontremos.
Inventa uma parede para o amor."

Silvia Chueire

Talvez por isso seja tão difícil falar


"Tantas vezes gostaríamos de poder retirar aquilo que dissemos, para o poder voltar a dizer de outra forma, mais bem construída, mais bem definida, directa ou indirecta.
Mas nem sempre tal acontece, atropelamo-nos ao falar, complicamos ou simplificamos, dizemos algo sem pensar ou a pensar pouco, mas o resultado será sempre desastroso ou então deixa-nos essa sensação de fracasso, de acto falhado.
Da mesma forma tantas vezes gostaríamos de conseguir dizer, um verbo apenas, um adjectivo que fosse, apenas para atear o fogo do diálogo, para criar contacto porque, se assim fosse, atrás do mesmo julgamos sempre que poderia ter vindo toda a argumentação e retórica efusiva, contundente, no fundo tudo aquilo que se queria dizer e não se soube como.

Talvez por isso seja tão difícil falar, da mesma forma que é tão difícil ficar em silêncio, em certos momentos e noutros, mas mais ainda naqueles que poderiam ser decisivos."

L'Enfant Terrible

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Partir!


Partir! 
Nunca voltarei, 
Nunca voltarei porque nunca se volta. 
O lugar a que se volta é sempre outro, 
A gare a que se volta é outra. 
Já não está a mesma gente, nem a mesma luz, nem a mesma filosofia.

Partir! Meu Deus, partir! 
Tenho medo de partir!…

Álvaro de Campos

...médicos naturais



Estes são os principais...
Mas há outros, como:
- Meditação
- Música
- Andar descalça na Terra, para neutralizar e regenerar energias
- Amor
- Amizades, das Boas

Tudo importante para aumentar a nossa frequência vibratória...
E já agora, um cartão de milhas da TAP...ahahahah

Comunicar com as células...por Kryon



COMUNICAÇÃO COM AS CÉLULAS

Saudações, queridos, EU SOU KRYON SERVIÇO, do serviço magnético.

Mais uma vez, eu sei onde estou e honro o que está aqui. O nome do lugar é o Templo da Sabedoria e, neste curto espaço de tempo, queremos trazer-lhes os tipos de sabedoria pelas quais vocês têm pedido e ansiado. Nesta nova energia, cada velha alma começa a perguntar a respeito disso.

E já que os humanos gostam de colocar um nome a tudo, o título do tópico será a comunicação com o corpo. E antes mesmo de começar, gostaria de dizer que será especificamente sobre a comunicação corporal de você para a sua estrutura celular, e não o contrário. Isso será para outra canalização. Existem dois tipos de comunicação e não é em uma só direção e, portanto agora vou falar sobre você e seu corpo.

Queridos Humanos, antes de iniciarmos, você precisará rever os bloqueios que podem impedir você de entender o que está por vir. Você tem apenas uma realidade, a qual compartilha como um ser humano, e é a mesma que compartilha inclusive com o meu parceiro. Essa realidade é que você vive em um mundo linear e experiencia as coisas de certas formas, e você está acostumado com o modo como a natureza humana funciona.

Psicologia humana é o que impulsiona você, as suas ações, as razões ocultas, as conquistas, as punições, e todas essas coisas que integram sua percepção de como as coisas funcionam.

Não é uma crítica à sua inteligência quando digo que em seguida você naturalmente as projeta a tudo ao seu redor. E se é Deus, ou apenas a percepção da realidade em um estado multidimensional, você só aplica aquilo que já conhece - e isso é um preconceito, uma tendência. 

Há uma tendência na natureza humana, o de dar e receber que você tem e, portanto a tem aplicado a todo o resto e da mesma forma existe uma tendência em acreditar que só se consegue algo através de muito esforço e repetição. 

Há certas formas em que a natureza humana funciona em suas relações com outros seres humanos, na reciprocidade que tem e, portanto a aplica a todo o resto.

Já dissemos isso antes, que algumas de suas religiões organizadas têm levado isso ao extremo, onde há um Deus disfuncional que pode se tornar irado, julgar e fazer todas as outras coisas que dizem os Humanos.

Então antes de começar esta conversa, eu digo que você tem que descartar tudo isso. A mensagem pode lembrar algumas das formas tradicionais e em seguida equilibre isso com a verdade. Você já sabe? É lindo.

A premissa desta canalização é que você é capaz de falar com sua estrutura celular, como temos falado há anos, e não é difícil.

Você tem que superar os preconceitos humanos, e também não é difícil.

Vamos começar com esta discussão e teremos que fazer com o que eu chamarei de introdução, sobre o que é preciso para alcançar o que ensinaremos hoje.

Nós definiremos a consciência da melhor maneira possível - a consciência humana. Isto pode não ser a definição que você encontrará no mundo acadêmico, pois estas são as coisas como nós vemos.

A consciência humana está dividida em várias partes e só vamos falar a respeito de duas delas. 

A primeira é essa sopa de reações ou comportamentos, é executada por duas partes do corpo humano. A primeira é o cérebro sináptico, isto é, o reservatório de experiências. E a segunda é a parte multidimensional que você acredita ser responsável pela criatividade, intuição e Deus.

É uma mistura dos dois, através do livre arbítrio do ser humano. O equilíbrio de ambos cria um ser humano que, para os demais, realmente parece que está no controle de sua própria vida e satisfeito consigo mesmo.

E quando existe um desequilíbrio em qualquer direção, haverá uma disfunção.

Quando um ser humano tem apenas uma consciência que está apenas no cérebro sináptico, não crê em Deus, não é capaz de ter um pensamento verdadeiramente criativo e está satisfeito de trabalhar apenas com o que ele já conhece. E lhe serve bem.

Mas é disfuncional para nós, porque Deus está sempre aí, sempre disponível e poderia lhe dar muito mais luz e uma consciência superior. Mas, com seu livre arbítrio, é o que fazem.

E existe o outro lado, você já os viu e são os disfuncionais da Nova Era.
Eu os chamaria de flutuadores. Eles estão tão absortos naquilo que é esotérico que não têm nem ideia do que seja a vida e, portanto, o cérebro sináptico não tem chance.

Lógica e o bom senso serão descartados e tudo o que resta é o que chamamos de fanatismo* (*Brasil), dissimulação** e trapaças** (**em espanhol: simulación y superchería). (e Kryon sorri...).

(nota de Patrícia: aqui estou traduzindo do texto em espanhol, mas no áudio original Kryon usa os termos “make believe” que significa “faz de contas” e “Woo Woo” para se referir a estas pessoas fanáticas que levam ao extremo as coisas esotéricas e, portanto, acreditam em qualquer coisa que seja dita como esotérica mesmo as que não têm validade e aqui no Brasil usamos o termo “fanatismo” que acho que se adequa mais ao sentido americano de “woo woo”).

Você já os viu! E sabe o que é isso? É aceitável para eles. Mas isso é a consciência humana, o equilíbrio entre as sinapses e a sobrevivência, e a parte de Deus que você carrega.

Bem, agora onde está você? 

É assim que começamos esta mensagem. Se hoje você está ouvindo isso e se você é um ser humano nesta sala ou um ser humano que mais tarde estará lendo ou ouvindo esta transcrição, as probabilidades são que você está consciente da parte divina em você. 

Agora, a sua parte divina é a parte indescritível, a parte misteriosa, mas que é a parte real, tão real como o cérebro sináptico. E aqui eu digo que ela está vinculada, fortemente conectada com sua capacidade de falar com o seu corpo.

E se você é um intelectual e apenas confia no seu cérebro sináptico, você deverá parar por aqui, pois não poderá continuar, porque você não vai ter nenhum sucesso com o que estou prestes a lhe dizer.

Não é interessante que estão tão intimamente entrelaçados?

Você tem que estar ciente do divino em seu interior, porque esse é o caminho que vai te levar a conseguir falar diretamente com o que temos chamado de a consciência inata.

Há anos atrás, nós dissemos que chegaria um dia neste planeta, em que a saúde das pessoas poderia ser medida de uma maneira muito diferente do que é feito atualmente, aqueles com uma consciência mais elevada, obviamente viverão mais tempo e não haverá pesquisas médicas que poderiam explicar as razões.

Nós lhes dissemos que a consciência pode eventualmente conduzir os próprios atributos do equilíbrio humano de forma química e celular e as outras coisas as quais hoje te mantém naturalmente concentrados como dietas e exercícios seriam relegados ao banco de trás no que se refere à consciência.

E se nós lhe dissemos isto, a que conclusão chegaria então?
De que as coisas estão mudando para o Ser Humano.

Os mesmos atributos que o mantêm vivo, irão começar a mudar para o Ser Humano. A propósito, uma maior tomada de consciência dos atributos dimensionais irá proporcionar o que seu corpo necessita e proporcionará mais saúde, mas só isso, simplesmente, não vai ajudá-lo a falar com sua estrutura celular.

Então, se você chegou até aqui e se você concorda e pode dizer honestamente: "Eu acredito que há uma centelha divina em mim", então podemos continuar. O restante desta informação será dado supondo que você a tem. Aqueles que são naturalmente espirituais chegaram a esse ponto várias vezes.

Aqueles com uma mente espiritual e que conhecem a estrutura celular do seu corpo, sabem que ele tem um complemento espiritual e um componente benevolente e estão prontos para seguir adiante. Mas é interessante o que eles fazem então.

Historicamente, irrompem os preconceitos e tendências humanas, mesmo aqueles que se dizem iluminados e da Nova Era, começam com o que eu chamaria de um processo linear e insensato de repetição. (Kryon sorri). São as coisas que eles decidiram que são necessárias para falar com sua estrutura celular.

Por que você deveria querer falar com sua estrutura celular? Deveria ser óbvio. Com qual paradigma você cresceu? Historicamente, é isto: que você, como uma criatura iluminada, subsiste em sua mente, que tudo o que acontece com você está em sua mente. A maior poesia já escrita, a melhor música já composta, as maiores pinturas, começaram no intelecto, ou seja, no cérebro. 

E o resto do corpo é o veículo que segura a cabeça e seu cérebro e, ocasionalmente, sua “cabeça” olha para o corpo e diz. "Espero que essa coisa funcione" Isto é tradicional e é validado por tudo aquilo que você vê ao seu redor, com os que sempre adoecem ou sobre as coisas que acontecem, e em seguida surge o medo.

O medo cria um hipocondríaco que teme tudo e que acredita que está exposto a contágios ou doenças ao seu redor. A propósito, isso geralmente acontece. É o corpo humano que atende aquilo que ouve ou que vem a partir da sua mente. E isso lhe dá uma dica do que está por vir. Esse é o pensamento tradicional do qual você não tem controle.

Agora você chega até aqui sabendo mais e se senta para ouvir isso e está pronto para avançar. No passado, na Nova Era, havia muitos processos que supostamente capacitavam a vocês a falarem com suas células. Mas não de suas células falando com você, e sim sobre você tentando falar com elas.

E esses processos estão cheios de repetições, uma e outra vez o mesmo processo, o qual os seres humanos acreditam serem os atributos de que células gostariam e tem que ir a um determinado lugar, sob uma determinada temperatura, em uma determinada energia e voltada em uma determinada direção.

E você terá que fazê-lo várias vezes. E se você conseguir, o corpo se preparará para ouvir. E haverá uma pequena janela de oportunidade para que você possa dar uma mensagem. Essa é uma tendência humana.

Querido, é hora de desmistificar isso, pois não está correto e não funciona bem!

Você supõe que seu corpo é estúpido, e que ele não sabe nada? Que ele está completa e totalmente separado e desagregado de sua consciência e de tudo o que você faz, da qual você não tem ideia?

Eu vou te dizer a verdade. (Kryon suspira) Isso será provado cientificamente e não falta muito. As células do seu corpo, especialmente a que você chama de a Inteligência Inata ou o Inato, todas têm algo em comum e eu vou lhe dar um nome pela primeira vez. 

Aqui está: E será chamado C.A.L., C - A - L. (Cells Are Listening), (traduzindo para o português): Isso significa que as células estão ouvindo. As células estão ouvindo!

(Nota de Patrícia: vamos passar está sigla para o português e daqui a diante chamaremos de C.E.O. as Células Estão Ouvindo, ok?).

Assim você foi construído. O complemento divino em você é incorporado em cada célula de seu corpo. As células são um conjunto de que foi gerado pelo seu DNA através do projeto ou design que está lá, e em cada célula existe um atributo e se conecta tão claramente consigo mesma, e está à espera de instruções.

As únicas instruções que podem ouvir são as que serão dadas pelo complemento divino, diretamente da consciência humana e com intenção pura. Ouviu isso?

Vamos falar por um momento desta comunicação.

É como se cada célula tivesse um telefone “celular” que estivesse pronto para responder, se você soubesse o “número”... Se pudesse marcá-lo, você poderia ligar e falar com todas elas ao mesmo tempo. Todas elas pegariam o telefone, e seria você do outro lado. Isto está incorporado nelas e não atende a linearidade.

(Nota de Patrícia: é como se Kryon fizesse um trocadilho brincando com o significado de “celular” em inglês Cell que como aqui no Brasil é designado tanto para o aparelho quanto paras as células e acho que em Portugal não daria muito certo pois, se não me engano, tem outro nome e seria Telemóvel, porém entendi que ele está brincando com o sentido das palavras).

A comunicação com as células do corpo é uma comunicação multidimensional, mas sua consciência humana também é multidimensional. É parte do campo do DNA e faz parte do Merkabah do seu corpo. Eu vou te dizer o que um intuitivo pode fazer: Ele poderá ver sua alma, literalmente, através do campo de Merkabah e saber se você ativou qualquer parte em algum grau com a intenção espiritual ou se você está apenas fingindo.

Qual seria a intenção pura?

Ok, falarei sobre isso à sua maneira e vou usar este exemplo novamente: quando se apaixonam por alguém e se somam em seus olhares, dois amantes olhando um para o outro, não há nada como isso!

Você pode sentir Deus ai? Você se lembra? (Kryon sorri) Você pode sentir Deus ai?
Claro! Você nem percebe! Você compreende por que estar apaixonado é tão surpreendente? Porque Deus está lá!

Você percebe que não é Sináptico? Você compreende não é?

Na verdade, o cérebro está realmente frustrado porque você se apaixonou!

Ele diz: "Você sabe que tem que se alimentar melhor."

E você responderia: "Sim, mas eu estou apaixonado"!

"Bem, você precisa raciocinar melhor".

"Não consigo eu estou apaixonado!"

"Por que você está colocando seus sapatos no congelador!?" (Risos).

"Porque eu estou apaixonado! Eu esqueci."

É isso que é.

Então quando você mira alguém em seus olhos e diz: "Eu te amo", e se você estiver apaixonado e com a intenção pura, então você abre seu coração para o outro e ele compartilha o mesmo e, desta forma, estarão então entrelaçados como se fossem um só. E não há nada como isso!

Agora, eu quero que você faça o mesmo voltando-se para dentro de si mesmo. Há uma parte divina de você que está apaixonada por você, esperando que você diga: "Eu te amo"!

E saberá se realmente você está dizendo com intenção pura. Se você não está apaixonado por uma pessoa, mas ela quer ouvir isso de você, e por isso você diz: "Eu te amo" (só para satisfazê-la), não será o mesmo! Você sabe que não é o mesmo e nunca será. A magia não está ai, a conexão não acontece, pois o entrelaçamento não acontece, pois são apenas palavras.

Então, se você praticar o que estamos ensinando hoje, de forma pura, você vai conseguir o número correto do telefone celular.

Mas você tem que se apaixonar por si mesmo e honrar o seu corpo a ponto perceber que ele é parte da criação de Deus em você e que sem ele não haveria iluminação. Sem consciência não haveria nada, precisa funcionar bem e deseja que seja assim! E aqui está a oportunidade.

Anos atrás, você ouviu sobre os gurus indianos. Eles podiam controlar coisas em seu corpo que eram supostamente automáticas em seu corpo. Eles estavam no controle e podiam reduzir suas batidas cardíacas, respirar de forma mais lenta, eles conseguiam controlar certas coisas no corpo que ninguém acreditava que se podia controlar. Eles estavam falando com uma parte de seu corpo que ouviu e se adaptou. Eles sabiam como. E você também sabe.

Então, sabendo disso, o que vem depois?
Serão dadas apenas duas premissas:

Número um, que o contato com a parte divina de que você cria um caminho para, em seguida, “ligar para as suas células”, C.E.O. - as células estão ouvindo.

Elas nasceram com você e estão prestando atenção ao que você quer. Elas estão esperando para que a consciência humana lhes dê as instruções. Nós vamos falar sobre isso em um minuto. Agora, como é que você deve fazer? Agora que você sabe que elas estão esperando, como é possível? O que você diria?

Alguns ainda acreditam que compreenderam o processo, eles estão certos disso, eles são Trabalhadores da Luz, talvez da “Nova Era”, e eles acham que compreenderam tudo e eles têm um processo para isso.

Aqui está o que eles fazem: Você tem que falar com as suas células em voz alta e dizer exatamente o que você quer e você tem que fazer isso várias vezes e todos os dias.

Isso parece certo para você? (Kryon sorri)
Alguns dizem sim!

Pense bem, eu quero que você perceba o que está fazendo!

Será que você não está aplicando um atributo humano linear a um sistema multidimensional que é belo e que está além de qualquer coisa que você possa imaginar? É o que se chama “a inteligência inata” ou o “inato”. E não vai responder a repetições!

(nota de Patrícia: o que Kryon quer dizer é que não é necessário repetir todos os dias o mesmo pedido ou processo, uma instrução foi dada e então dê tempo para sua estrutura celular implementar isso, portanto confie que vai acontecer, garanto que dá certo!)

Vamos falar mais sobre o Inato. Você está pronto para falar com um sistema que não tem lhe ouvido ultimamente. Não na verdade. Há uma nova energia neste planeta, Trabalhadores da Luz, velha alma, ouça-me:

Seu kit de ferramentas está sendo atualizado e está pronto para você ouvir isso. Você pode fazê-lo! Eu não lhe daria qualquer coisa que você não pudesse fazer. Você pode contatar suas células e elas irão reagir. Eu vou te dar essa informação em um momento.

Eu quero mostrar isso de uma forma linear. Vamos falar sobre o seu melhor amigo, e cada um de vocês tem um melhor amigo pelo menos, talvez seja o seu parceiro, talvez não.

É alguém com quem você pode se sentar e conversar e não existem parâmetros nem regras, pois vocês podem dizer o que quiserem, podem abrir seus corações e vocês ouvirão um ao outro! Fazem isso um pelo outro... Pois são melhores amigos.

Quero te perguntar uma coisa. Digamos que você está com o seu melhor amigo e passarão três dias juntos. E acontece isso: Nestes três dias, você acorda de manhã, ambos sentam à mesa, comem alguma coisa e você dá as mesmas informações do dia anterior novamente e também no dia seguinte e de novo. (Kryon ri)

Isso não parece funcionar não é? (Risos)

Bem, e não funcionará com o sua estrutura celular. Você sabe o que eu quero dizer? Suas células são você! O que você diz para si mesmo? Suas células estão ouvindo: C - E - O. 

Você está pronto para isso! Elas estão prontas para isso, elas o têm ouvido desde que você nasceu esperando o momento em que você despertaria para essa possibilidade de que seria capaz de falar com elas. Então, vamos fazê-lo.

E o que poderia dizer? Então, como você faria?

Primeiramente quero lhe dizer que elas entendem o seu idioma. (Kryon sorri). Pois é parte de você e você pode falar como preferir: em voz alta, ou em pensamento, ou por escrito, não importa, porque você tem o seu "número", e a chave é o amor. 

Você precisa amar a sua estrutura celular o suficiente para ser capaz de dizer: "Eu te amo" e elas saberão se é verdade. Não pode ser mais simples que isso e, no entanto, não poderia ser mais difícil!

Você se senta por um momento.
O que você diz? O que vai acontecer?

Quando o corpo começa a te ouvir, passa por alguns processos.
Deixe-me dizer-lhe o que são e dar um exemplo de comunicação e, em seguida, concluir.

Eu quero que você saiba algumas coisas: Quando você começa a falar com sua estrutura celular e “tem o número correto”, a primeira coisa que vai acontecer é uma enorme quantidade de arrepios. Você saberá que você conseguiu querido. Você vai descobrir. E saiba que isto serão as células de seu corpo comemorando. 

Celebrando!

O corpo ou a inteligência inata, ou como queira chamar, é parte de você, e está comemorando: "Vocês ouviram isso”? Nós temos uma comunicação!!! (Kryon está eufórico)

Sim, levou muito tempo! Vamos fazer uma festa! E, embora isto seja metafórico, e que pareça bobagem, eu lhe digo o que acontece. O corpo fica eufórico e sente alegria. 

Você sabia que a inteligência Inata se sente grandiosa quando você fala com ela? Aqueles que lidam com a saúde, conhecem bem a sensação de ser saudável. Seu corpo inteiro se alegra com cada passo, a cada respiração! Esta é a inteligência inata comemorando.

E você começa a falar com ela. E todos esses anos ela estava ouvindo, esperando para conversar, e sem diretivas fez o melhor possível, ou seja, seguiu a média, você sabe, não é? Eu falei da lei da normalidade, e o meu parceiro ensinou sobre a curva da normalidade (curva em forma de sino ou Lei de Gauss).

Sem instruções, o seu corpo simplesmente segue o que é a média, fazendo aquilo que sabe fazer. Com suas instruções, você estará no controle. E não pode ser mais fácil. A primeira coisa que ele faz é comemorar e em seguida começa a trabalhar.

Eu quero falar sobre isso, o de como é começar a trabalhar.

De acordo com as coisas que você está comunicando para sua estrutura celular, tanto para a sua saúde ou sua cura ou para rejuvenescimento, não importa o que seja, você tem que dar tempo ao tempo ao corpo.

Há um problema prático que você tem que entender, porque essas coisas só podem ser alcançadas através da divisão celular e que vocês chamam de regeneração e rejuvenescimento. Seu corpo é feito para rejuvenescer e a maioria dos órgãos do corpo, incluindo a pele se rejuvenesce. Em um período de tempo, você estará com novas células. É assim que você se mantem vivo. 

Quando você começar a falar com sua estrutura celular, essas instruções irão como informação para o DNA e será aplicado no próximo ciclo de rejuvenescimento. E por isso você não terá os resultados no dia seguinte. E isto é o senso comum. 

Tenha o bom senso espiritual que ao aplicar pela primeira vez a ideia de que em sua linearidade, sua estrutura celular, leva tempo para conseguir a cura. Nem todas as coisas estão alinhadas para uma remissão espontânea, o que é outra história. Faz sentido, certo?

Então, você começará a sentir ao longo do tempo, e as coisas nas quais estão trabalhando ou estão requisitando irão começar a aparecer com o tempo.

Há uma terceira coisa que eu quero dizer a você, para a qual você não está preparado.

Quando você começar a falar com as suas células, a inteligência inata saberá que sua consciência tornou-se benevolente, saberá que você quer e deseja ficar, e há sistemas automáticos que serão ativados para melhorar outras partes do seu corpo que você nem havia pedido para ser melhorado.

Você vai iniciar um processo de prolongamento de sua vida. E a cura e o equilíbrio irão começar a acontecer em áreas na qual a sua consciência não tinha ideia, mas a sua inteligência inata sabe tudo. Você despertou a ponte entre a consciência humana e a estrutura celular. 

É fácil, mas você precisa se apaixonar!

Imagine por um momento que você se sente sozinho e talvez fale em voz alta e, então, fará o primeiro contato. (Kryon sorri).

Independentemente de sua idade, sendo jovem ou não, você pode reconhecer que você está realmente apaixonado pela parte divina em você? Talvez até mesmo você possa visualizar a face divina em você, pode imaginar talvez a sua eternidade em cada célula do seu corpo e perceber que a sua estrutura celular está à espera para te ouvir. 

C - E - O > As Células Estão Ouvindo

E então você começa e você percebe que agora você tem o número de telefone de suas células. E você pode sentir e até mesmo antes de abrir sua boca você começará a sentir os arrepios porque a conexão acontece e agora elas estão realmente ouvindo.

E a primeira coisa que você pode dizer é: 

"Nós nos conhecemos um ao outro e eu te amo.
Sinto muito ter demorado tanto tempo para perceber isso.
Eu quero que inicie o processo o qual você conhece e eu não.
Eu quero participar na benevolência para criarmos um ser humano mais saudável e uma vida mais longa.
Eu gostaria que falassem comigo de todas as maneiras possíveis e que eu possa reconhecer.
Eu quero que estejamos de mãos dadas para o resto de minha vida.
Se houver qualquer coisa inadequada, um desequilíbrio químico no meu corpo, eu quero que vá embora com o tempo e com a ação apropriada.
Eu reconheço que eu tenho hábitos que podem estar me matando e eu quero mudar isso.
Eu percebo que eu tenho uma péssima proporção em meu peso e altura. (Kryon sorri)
Como posso explicar isso, com benevolência e gentileza.
Querida Estrutura Celular, eu quero que o meu metabolismo reflita minha magnificência.
Ajude-me a ter o peso ideal para uma saúde melhor.
Faça as alterações que forem necessárias, recorra ao registro Akashico, se necessário, lembrando-se de quem eu costumava ser.
Altere minhas preferências alimentares, se necessário.
Para aquilo que meu corpo anseia e precisa e não o que eu quero e desejo.
Traga isso para um lugar de divindade equilibrada e eu prometo que conversarei com vocês todos os dias... Porque eu te amo.
E então não desligue o “telefone”.
Não corte essa comunicação."

Agora, se você analisar esta canalização, você vai notar que sua consciência nunca disse especificamente nada ao corpo, porque a inteligência inata sabe o que fazer. Ela só está esperando sua ligação. Você está pedindo equilíbrio e a inteligência inata sabe o que fazer.

A parte inteligente do seu corpo pode até mesmo entrar em contato com o seu registro Akashico. Você pode trazer as peças precisas e adequadas para que haja saúde, para que haja mudança e você deixe hábitos que você não deveria ter. Tão simples como comer demais ou outras coisas que se tornaram hábitos. 

Isso pode mudar muito, muito rapidamente, em um par de ciclos de rejuvenescimento celular, criando diferenças reais no que você quer comer, sem sofrimento, sem sentir fome, porque ela trouxe o passado em que você não tinha os hábitos que tem hoje. Esse é o poder para você!

C - E - O

Alguns de vocês irão começar a fazer isso e obterão resultados rapidamente. Eu quero dizer-lhe que, se você for um deles, a sua tarefa é mostrar aos outros como você fez. Porque isso não vai necessariamente acontecer durante a noite porque alguém ouviu essa mensagem. Você tem que mostrar a eles o que você fez.

Finalmente, velha alma como você, se sente sabendo que você tem um amigo em seu interior, que é capaz de adicionar mais e mais anos à sua vida? 

Tudo isso de maneira apropriada para o plano que você estabeleceu para a Terra: quem você será da próxima vez, quando deverá ir ou partir. E tem a ver em se manter saudável enquanto estiver aqui. E isso está longe de ser a curva normal. (Kryon sorri). Isso é o que você pode fazer.

Haverá outra canalização, em outro momento, sobre a forma de reconhecer o que seu corpo lhe diz. Porque você não, necessariamente, fala a línguagem dele e você deve compreender por meio de alguns processos como ele responde, para que você possa dar melhores instruções. É um ciclo.

A canalização de hoje foi dada em lugar muito sagrado, para criar novas ferramentas para você.

Porque chegou a hora.

E assim é

KRYON

-----------
COMUNICAÇÃO COM AS CÉLULAS
Canalização ao vivo de Kryon por Lee Carroll 
12 de abril de 2014 
Universidade Delphi, Geórgia, EUA 
------------

Tradução: Patrícia Valente patriciavalente9@msn.com
https://www.facebook.com/patyvalente9

https://www.facebook.com/download/768936199795411/CELL%20COMMUNICATION.pdf

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=746835938672930&set=pcb.746836572006200&type=1&theater

Áudio site oficial em inglês:
http://www.kryon.com/ cartprodimages/2014% 20downloads/download_Delphi_ 14.ht
ml
Texto em Kryon por Lee Carroll Autorizado em espanhol:
https://groups.google.com/forum/#!topic/grupo-circulo-orbes-de-luz-/67IYeCevM84
www.manantialcaduceo.com.ar/ libros.htm


nota:
O Deepak Chopra também fala da comunicação celular,
A Louise Hay também,
É uma excelente forma de cura, e talvez a mais eficaz!

Já não se limpa karma de vidas passadas, mas sim resíduos de memórias kármicas instaladas nas nossas células.
De que é que te vale andares por sítios aparentemente espirituais, à procura de gurus, se não consegues amar incondicionalmente aquilo que tu, na tua aparente modernidade, aprendeste a dizer «a divindade que há em mim»...
Somos feitos de pó de estrelas, o divino, o universo, ou multiuniverso está em nós, tudo está registado nas nossas células, no nosso DNA...por isso, se queremos conectarmo-nos com o divino, com o cosmos, temos de nos conectar com as nossas células, com o nosso DNA.

O contrário também acontece...as nossas células a comunicarem connosco:
Por exemplo, quando adoptamos determinado hábito, e o nosso corpo nos envia sinais de desconforto com esse determinado hábito...é só estar atento!



 "This freedom that we so long for 
does not pour into our lives through the replacement project of 
one thought for another, 
one feeling for another, 
one emotion for another. 
There is no “secret” here. 
This freedom is wired into the cells of our body, 
weaved into the strands of our DNA, 
and is always awaiting our recognition within the center of one, 
true meeting with any arising experience." 

~ Matt Licata


Hooponopono é um dos métodos de auto-cura mais efectivos que existe, porque se baseia no amor expressado através das tuas palavras para chegar até ao teu subconsciente, que é onde residem as memórias que impedem os processos vitais.

 Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

terça-feira, 24 de junho de 2014

........violence


Enfrentar


“Nada deixa de existir só porque o ignoras.
Não acredites nisso. Nunca acredites nisso.
No momento em que menos o esperares e desejares, o nada transforma-se em tudo.
E, de repente, tens as mãos na cabeça e não sabes o que fazer.
Não deixes que nada chegue a esse ponto.
Lembra-te sempre que se resistires a algo, ele vai persistir e crescer, mas se o enfrentares, ele vai perder consistência e desaparecer.
Enfrentar algo é tirar o poder que esse algo tem sobre ti.
Enfrentar algo é viver para além desse algo.
Enfrentar algo é querer ser diferente desse algo, ainda que esse algo teime em ser igual a ti. Enfrentar algo é deixar falar um lado teu que insiste em manter-se calado.”

José Micard Teixeira

Jim Carrey The Power of Consciousness

Jim Carrey sobre el Poder de la Intención

Jim Carrey - Eckhart Tolle - o Despertar (legendado)

segunda-feira, 23 de junho de 2014

ANNA RF feat IMAMYAR HASANOV - Azerbaijani Folk Song ''Lachin''




ANNA RF and Imamyar Hasanov performing the Azerbaijani Folk Song ''Lachin'' - LIVE
Israel 2012
Imamyar Hasanov - Kamancha Master
ANNA RF - Modern Ethnic

Kamancha - Imamyar Hasanov
ANNA RF :
Guitar - Ofir J.Rock
Frame drum - Roy Smila

Shaharut Desert Productions
Photography - Natalia Smila

contra o chão das paredes




...Andavam pela casa amando-se no chão e contra as paredes.
Respiravam exaustos como se tivessem nascido da terra,de dentro das sementeiras.
Beijavam-se magoados até se magoarem mais.
Um no outro eram prisioneiros um do outro e livres libertavam-se para a vida e para o amor.
Vivendo a própria morte voltavam a andar pela casa amando-se no chão e contra as paredes.
Então era música, como se cada corpo atravessasse o outro corpo e recebesse dele nova presença, agora serena e mais pobre mas avidamente rica por essa pobreza.
A nudez corria-lhes pelas mãos e chegava aonde tudo é branco e firme.
Aquele fogo de carne era a carne do amor,era o fogo do amor,o fogo de arder amando-se e por toda a casa,contra as paredes,no chão.
Se mais não pressentissem bastaria aquela linguagem de falar tocando-se como dormem as aves.
E os olhos gastos por amor de olhar,por olhar o amor.
E no chão contra as paredes se amaram e pela casa andavam como se dentro das sementeiras respirassem.
Prisioneiros libertados, um no outro eram livres e para a vida e para o amor se beijaram magoando-se mais, até ficarem magoados.
E uma presença rica,agora nova e mais serena,avidamente recebeu a música que atravessou de um corpo a outro corpo chegando às mãos onde toda a nudez é branca e firme.
Com uma carne de fogo,incarnando o amor,incarnando o fogo,contra o chão das paredes se amaram pressentindo que andando pela casa bastaria tocarem-se para ficarem dormindo como acordam as aves...

Joaquim Pessoa

De facto...


"De facto há muita coisa nesta equação que não bate certo, mas de facto quando há sol, ele brilha com uma intensidade que ofusca os dias cinzentos e só isso de facto deixa-me capaz de aguentar todas as tempestades.
De facto não é bem o que eu queria, ou que se calhar merecia, mas de facto quem se importa com o antes ou o depois se o durante é tanto.
Tem dias.
E eu sou de dias.

De facto não é fácil.
Não há amor fácil.
De facto nem sequer é simples.
Não há amor simples.
Aqui não há planos.
Só dia a dia.
Um a ver vamos.
Um dia de cada vez.
Até onde der.
E se der.
Não há promessas, nem mentiras.
Não há futuro, só presente.
Não se entende, não se culpa, não se desculpa sequer.
É desenvergonhado, descomplexado, sem pudor no que se diz, e sem meias palavras.
É feito de desejo, de vontade e envolvido na amizade de sempre.
Cúmplice, avassalador, coberto do carinho que o torna especial.

De facto contra factos não há argumentos.
E ser feliz é o que importa, de facto."

AC

Afinal o que somos?


"Somos uma folha de papel, somos um sopro.
Aquelas merdices que nos dão voltas à cabeça, que nos consomem, não têm qualquer valor. Haveremos de arrepender-nos de cada uma delas.
A derrapagem de um pneu na estrada ou qualquer outro acaso banal irá abrir-nos os olhos para uma realidade maior.
Então, iremos surpreender-nos com aquilo que, afinal, sempre soubemos que iria ser assim.
Já lemos em livros, vimos em filmes, ouvimos em canções, fomos avisados mil vezes e, no entanto, precisamos que aconteça mesmo.
E irá acontecer mesmo.
Já vem na nossa direcção.
Quando esse instante chegar, haverá verdades que se tornarão únicas e talvez nos admiremos por termos sido capazes de as ignorar com tanta força."


José Luís Peixoto



domingo, 22 de junho de 2014

Estar sozinho...e amar


"A capacidade de estar sozinho é a capacidade de amar.
Isso pode parecer paradoxal, mas não é.
Essa é uma verdade existencial: somente aquelas pessoas que são capazes de estar sozinhos são capazes de amar, de compartilhar, de ir profundamente ao cuidado da outra pessoa, sem reduzir o outro a uma coisa e sem se tornar viciado ao outro.
Eles permitem que o outro seja absolutamente livre, porque eles sabem que se o outro partir, eles serão felizes como são agora.
A felicidade deles não pode ser tirada pelo outro, porque não foi dada pelo outro."

Osho
in, "Being in love"

Cristianização de religiões sempre foi um projeto imperial


"A dor da verdade é inversamente proporcional ao apego à ilusão.
Muitas vezes celebramos os ritos de nossa cultura sem saber o porquê, a razão, a motivação. Tudo faz parte de um automatismo inserido num calendário de eventos: carnaval, páscoa, natal. O Natal é sabidamente uma mentira. Jesus nunca nasceu no dia 25 de dezembro. E uma mentira produz outra mentira e temos que ir até o pai da mentira: A Igreja, que se vinculou ao Império Romano por uma questão de poder e domínio. Estudar a História é fundamental para não sermos enrolados por diversas histórias. A Páscoa também é outra grande mentira e ainda assim nos deixamos envolver. São tantas as mentiras que as pessoas habituadas a elas e condicionadas pelas mentiras lutarão com unhas e dentes para a manutenção da mentira pela simples razão de que admitir que todo o seu sistema de crenças é baseado numa farsa é profundamente doloroso.

O projeto de cristianização de religiões sempre foi um projeto imperial, do império (em suas muitas formas), por isto não é à toa que a origem da palavra religião vem de relegere, e não de religare como pensam muitos, sendo que relegere significa a estrita observância às instituições do antigo Império Romano.
Que possamos renascer na verdade, ela é a mãe do humano."


Fernando Augusto

Patriarcado


"Patriarcado é uma cultura, um sistema, uma civilização, um sistema econômico, um sistema político, um sistema legal, um sistema religioso, um sistema científico, e assim por diante.
Mas acima de tudo, o patriarcado é um PODER.
Um poder que se manifesta em todos os lugares, instituições, pessoas, hábitos, culturas, religiões, ideologias, mesmo entre mulheres.
Isto porque o patriarcado socializa com os papéis e as hierarquias de gênero que existem entre homens e mulheres.
O patriarcado existe há tanto tempo pois promove a sociabilidade entre homens, que se tratam como irmãos (fraternidade), atribuindo-lhes poder.
Enquanto isso, obriga as mulheres a reproduzirem e sustentar materialmente os homens, socializadas entre si como inimigas, servindo aos interesses do desejo masculino."

Elida Aponte Sánchez

sábado, 21 de junho de 2014

Shen


..."Diz-se que tudo está ligado, que não se pode separar os sinais humanos dos que vêm da terra e do céu.
Dentro deste todo orgânico, o traço de união não é nenhuma corrente nem nenhuma corda, mas sim o sopro que é ao mesmo tempo unidade e garante de transformação.
Sim, a importância do sopro.
Porque, na origem, foi o Sopro primordial que, da combinação dos sopros vitais que são o Yin e o Yang, e o vazio intermédio, gerou o céu, a Terra e os Dez mil seres.
Uma vez constituído o universo vivo, os sopros vitais continuam evidentemente a funcionar, pois de contrário o universo desintegrava-se.
Mas há um problema.
Por força do caos e da desordem, nem todos os sopros têm uma validade constante; alguns podem revelar-se deficientes, perniciosos, malignos.
Daí a ideia do Shen, “sopro-espírito, espírito divino”, que é o critério do que é verdadeiro e justo.
O shen é a forma superior dos sopros vitais.
Ao garantir permanentemente a grande cadência do Tau, garante ao mesmo tempo o infalível princípio segundo o qual “a vida gera a vida”, frase-chave do Yi-Ching, o Livro das Mutações.
O shen não é, portanto uma ordem fatal.
No entanto, só os sinais emanados pelo Shen e por eles regidos são válidos.

O verdadeiro dever de um adivinho, ou de um médico, consiste justamente em captar o Shen que está no universo como no interior de cada corpo, pois que no corpo, mais do que a carne e o sangue, é acima de tudo a condensação de sopros.
É na medida em que o adivinho, bem como o médico, capta o Shen no coração duma entidade viva que pode restituir esta ao caminho da vida."

In, A eternidade não é demais 
François Cheng


A MAGNIFICÊNCIA DO SENTIMENTO ORIENTAL,
A GRANDE ÉTICA DO BUDISMO,
O ACESSO INDIVIDUAL AO DIVINO,
QUE SÓ O PENSAMENTO ORIENTAL NOS PRODIGALIZA...